segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012



O que eu pretendo mesmo é trincar-te todo,
mordiscar-te como uma cachorrinha manhosa
até acertar num ponto que te faça gemer de prazer.
Anda, cheira-me.
Sente o meu cabelo, sente a minha pele.
Passa a tua mão nas minha nádegas,
nos neus seios,
Anda, chega-te mais perto....quero apanhar-te a jeito...

7 comentários:

  1. Apelo de resposta incontornável...

    Beijos

    ResponderEliminar
  2. Hummm… bem, os meus “pontos” já tu os conheces bem a todos eles ;) principalmente quando me “apanhas a jeito” :)
    Bjoca grd

    ResponderEliminar
  3. Puxa! Vc., um sonho que se quer sonhar, um oasis num mundo vazio de sentimentos, cheio de vulgaridade. Vc. uma luz no fim do tunel, onde impera o sexo sem carinho sem amor. Um oasis que nao existe mais. Hoje corpos de mulher vazios de sentimentos, carinho, cheios de superficialidade. Inospitas cascas consumidas pelas drogas, noitada, e homens vazios e sem carater. Vc. um sonho que morreu, pois essa mulher nao existe mais. AGORA SAO PUTAS VAZIAS DE RELACOES FURTIVAS RAPIDAS INSIPIDAS E INGLORIAS. PREFIRO FICAR FORA DO JOGO A JOGAR ISSO QUE ME REPUGNA.

    ResponderEliminar